Diário de Intercâmbio

Ao completar 6 meses de intercâmbio, a Larissa nos atualizou sobre sua experiência até aqui … vamos a mais um post do Diário de Intercâmbio.

 

DiarioIntercambio

Larissa Anjos • México • #005


19 de abril de 2020, 6 meses de intercâmbio

Depois de um tempo sem escrever, aqui estou novamente para contar como está sendo passar por uma pandemia em pleno intercâmbio.

A gente sonha muitas coisas estando aqui fora, mas nem sempre sai tudo como imaginávamos. Eu estava entrando na parte mais legal do meu intercâmbio, quando ia conhecer muitos lugares diferentes, trocar de família, joelho já permitindo sair e caminhar, quando nos deparamos com a quarentena.

Infelizmente muitos intercambistas voltaram para seus países, a segunda grande viagem foi cancelada, a conferência do distrito do Rotary também, e as aulas passaram a ser online. Estou em casa desde o dia 15 de março. Em um primeiro momento eu não aceitava a ideia de ter que ficar assim, mas depois me tranquilizei e passei a aproveitar esse tempo tão precioso com a família.

WhatsApp Image 2020-04-19 at 15.11.17

Tivemos a chance de nos conhecermos mais, vimos filmes, jogamos jogos de tabuleiro, dividimos as tarefas da casa, montamos quebra-cabeça de mil peças, fiz bolinho de chuva e pão de queijo, estou estudando para o ENEM e está sendo tudo muito mais leve.


Já as aulas estão ocorrendo por meio do Hangouts Meet, aplicativo do Google, já que a escola trabalha com a plataforma do Classroom, então como tudo é conectado, não foi difícil. As aulas online voltam dia 20 de abril porque aqui a semana santa e a de Páscoa são férias. A situação do coronavírus aqui no México não está como no Brasil, está até um pouco mais tranquila segundo as estatísticas, mesmo assim aqui em casa estamos tomando todas as medidas. Está sendo um tempo de muita aprendizagem e gestão emocional. Logo, e provavelmente em maio eu já estarei voltando pra casa, por ordem do Rotary aí do Brasil, que pediu que a gente voltasse por questão de não saber como estará tudo depois. Estou esperando confirmação de um voo de repatriação. Esperamos que tudo dê certo.

Que as coisas fiquem bem logo, pra todos nós!
Até o próximo #DiáriodaLari ❤

 

 

 

Método Pomodoro

Em primeiro lugar, não é uma obrigação se sentir produtivo em todo o tempo neste período de isolamento social. É uma situação muito atípica para todos nós e, se faz necessário um tempo de adaptação e tá tudo bem. Combinado?

Mas, percebemos que a dificuldade de organização com os estudos em casa tem sido a maior dificuldade dos nossos alunos e, por isso hoje vamos falar de um método bem fácil e bacana para resolver tarefas: é o Método Pomodoro.

Criado pelo italiano Francesco Cirillo, no final da década de 1980, o método se baseia na ideia de que a mente funciona em blocos de tempos e que depois há uma perda de produtividade, o que prejudicaria a realização da tarefa. Ou seja, para conseguir manter a rotina em dia, seria preciso ter um tempo de descanso entre esses blocos.

Então, você deve focar muito e aproveitar cada minuto, seja do Pomodoro (tempo de execução da tarefa) ou do tempo de descanso.

São 4 tempos de 25 min de trabalho, bem focados e se possível, sem nenhuma interferência alternados com 5 min de pausa entre eles. Esse é o tempo para beber uma água, se esticar e dar esse ar que a cabeça da gente precisa, Ao término de 4 pomodoros, faça uma pausa maior.

posts-abril_POMODORO

Escolha uma tarefa, que você pode separar por “pedaços” ou pequenas tarefas que seriam curtas de resolver. Você pode realizar tarefas diferentes em um mesmo “pomodoro” ou continuar uma mesma tarefa após as pausas.

Agora, se depois da pausa longa você ainda não tenha conseguido concluir a mesma tarefa, deverá pensar se não é melhor concluí-la em um outro momento.

Perceba como você funciona ok?

Baixe o infográfico acima, envie para os amigos, grude na parede … e aplique no seu dia a dia e, depois vem contar pra gente como foi!

DIÁRIO DE INTERCÂMBIO

… ou seria diário da quarentena?
A Luana mandou notícias (a gente tava com saudade) e contou um pouco de como tem sido esses dias – nunca imaginado por nós – lá no México.

DiarioIntercambio

Luana Luise • México • #004

Oiii pessoal, faz muito tempo que eu não apareço então vou atualizar vocês sobre a minha situação no intercâmbio! Como é de costume nos intercâmbios e do Rotary, sempre vivemos com 2 famílias (no minimo) durante os 12 meses. Passei  quase 5 meses com uma família e em janeiro vim para a minha segunda casa! Confesso que tinha muitas borboletas no estômago, era difícil imaginar que passaria por todo um processo de adaptação, outra vez!

Na minha nova casa somos em 6, o que é uma novidade para mim, já que minha no Brasil e na primeira família éramos em 4. Agora tenho 2 irmãos (um de 10 e outro de 12 anos) e uma irmã (16 anos), ou seja, eu sou irmã mais velha pela primeira vez na minha vida hahaaha. Admito que sempre quis ter mais irmãos mais novos e eu estou amando! Nossa relação é muito boa, jogamos juntos, ajudo eles com as tarefas da escola e sempre nos divertimos muito nos momentos familiares!

luana001

luana002

Nesse diário eu vou contar somente sobre a famosa quarentena! Várias pessoas me perguntam como estão funcionando as coisas aqui no México nesse período tão difícil, então vou explicar tudinho!

Estou passando a quarentena em casa, como deve ser feito! No inicio eu sentia que estava bom ficar em casa, como se fossem mini férias, eu via filmes, séries, jogava com meus irmãos, montei quebra cabeças… Mas agora já não estão acontecendo coisas diferentes, então o tédio chega bem rápido! Eu estou com muita saudade dos meus amigos da escola e acham que eles sentem o mesmo, então nas noites fazemos videochamada em grupo para poder conversar e distrair um pouco!

luana003

Minha escola está usando um sistema de aulas online através do Google Classroom, que já era uma plataforma utilizada pela escola para enviar atividades, porém agora todo o ensino está sendo feito por aí. Infelizmente eu não tenho acesso a essa plataforma por ser uma aluna ouvinte, ou seja, somente fazia as atividades realizadas em aula. Várias amigos compartilham o que estão fazendo e assim posso acompanhar, o que ajuda a ocupar minha mente! Além disso, quando alguém tem dificuldade para entender um novo assunto sempre me enviam mensagens para tirar suas dúvidas, porque já aprendi muitas coisas que ainda estão aprendendo e eu adoro ensinar.

         “Luana, você já pensou em voltar para casa?” NÃO!!

Minha casa agora é no México e eu ficarei aqui até que toda essa situação acabe! Além disso, estar nos aeroportos é algo que colocaria minha saúde em risco e poderia propagar ainda mais o vírus. Passei muito tempo pensando nas medidas que o Rotary poderia realizar, isso me deixou super apreensiva, porque alguns intercambistas tiveram que voltar ao seu país devido à situação do coronavirus, mas felizmente deixaram a decisão nas nossas mãos.

Acordar e saber que meu intercâmbio está passando e eu estou fechada em casa é um pouco triste, mas isso não me afeta, penso que cada minuto no México deve ser aproveitado e é isso que eu estou fazendo!

Por favor, fiquem nas suas casas e cuidem muito da sua higiene! Agora que eu estou no México tenho noção de como o mundo é grande e que cada pessoa é importante para a sociedade. Ao ficar em casa você se protege e protege quem está ao seu entorno!

Belo e importante recado, Lu: fiquem em casa e até o próximo diário! 😉