Bom Aluno, ainda no Ensino Médio, cria app para detectar câncer de pele

Jovem de Curitiba, integrante do Programa Bom Aluno está trabalhando na criação de um aplicativo que utiliza a inteligência artificial Watson para o diagnóstico precoce de câncer de pele, utilizando um smartphone comum

Pedro está em ano de vestibular, uma rotina intensa de estudos dividida entre o Colégio Bom Jesus, onde é bolsista e, as atividades do Programa Bom Aluno que ocupam praticamente toda sua semana.

Mas por que não ir além, não é mesmo?

Ao participar do programa de Mentoria, atividade onde existe a conexão entre um aluno universitário e um do ensino médio, ambos integrantes do Programa, o jovem percebeu que poderia ir além, sua mentora – a estudante de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia na UFPR – Isabella Brancalhao o incentivou neste projeto de pesquisa.  Para somar forças, o professor de biologia do colégio Bom Jesus, Cornélio Schwambach, tornou-se o orientador do Pedro nessa empreitada, ajudando-o inclusive a escrever um artigo científico, requisito para que o jovem pudesse participar de alguns eventos científicos apresentando seu projeto.

Pedro Tricossi, já calouro do curso de Engenharia de Computação da PUC-PR (ele acaba de ser aprovado em 3º lugar e contou também com a orientação do nosso voluntário e professor Marcos Shmeil para ser assertivo nesta decisão) está trabalhando na criação de um aplicativo para a detecção de câncer de pele utilizando Watson – uma plataforma, ou melhor, um supercomputador que resolve problemas cognitivos, desenvolvido pela empresa de tecnologia IBM. Trata-se de um computador e um software que simula o processo de aprendizado humano, só quem aprende é a máquina, ou seja, podemos dizer que o Watson é uma Inteligência Artificial.

O aplicativo já desenvolvido e caminhando para a fase de validação, funciona da seguinte maneira: ao fotografar a pele da pessoa, e compará-la com um banco de imagens será possível fornecer uma rápida e confiável identificação de câncer de pele. Ao ingressar na universidade o jovem pretende dar continuidade ao desenvolvimento deste aplicativo e, quem sabe deixando um importante legado para a sociedade.

Recentemente o jovem participou de algumas feiras de iniciação cientifica apresentando seu projeto, sendo inclusive premiado pela iniciativa. Acompanhe algumas fotos desses eventos e, um breve vídeo onde o jovem cientista explica um pouquinho do seu projeto.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s